Princípio da assimetria da baboseira

Two people having an argument

Princípio da assimetria da baboseira

“A quantidade de energia necessária para refutar uma baboseira é maior em ordem de grandeza que a necessária para produzi-la”

A Terra é plana! A vacina X não funciona! Medicamento Y funciona para COVID-19! Não devemos usar máscaras pois elas causam hipóxia!

É tão fácil e barato soltar uma frase mentirosa ou sem sentido. Mas exige muito esforço tentar refutar cada uma delas. Simplesmente injusto.

Na realidade, a lei de Brandolini, outro nome para o princípio, trata-se mais de um adágio da internet do que um princípio formal e científico. Mas eu nunca tinha sentido ele tão verdadeiro e presente como nos últimos anos.

Topei em uma página da Wikipedia de título “Galope de Gish”. Segundo a Wikipedia “O galope de Gish é uma estratégia retórica usada em debates que se concentra em soterrar o oponente com tantos argumentos quanto possível, sem levar em conta a qualidade ou a força dos argumentos”.

Isso lhe soa familiar? Sabe aquela discussão em que você mal retruca o primeiro argumento e o debatedor já emenda com um “E o X? E o Y?” até você dizer que vai pesquisar mais um pouco pois não tem a resposta ali pronta? Ao que o seu debatedor sorri se declarando vitorioso e de posse de uma “verdade” inquestionável, ficando assim claro que o interesse dele não era crescer com o debate mas apenas se afundar em seu castelo de baboseiras.

Quando as discussões têm pouca importância na vida cotidiana fica fácil ignorá-las. Mas, e quando essas pessoas estão exercendo influência em outras sobre assuntos muito importantes que podem colocar elas e os demais em risco?

Raízes

Vocês lembram daquele seriado chamado RAÍZES que contava a saga de Kunta Kinte capturado em Gambia/África e vendido como escravo nos estados Unidos?

Pois bem, aquela música de abertura marcou a memória de muita gente inclusive a minha. Essa semana topei com o vídeo de uma apresentação relativamente recente dela, só clicar abaixo para matar a saudade.

Bem, navegando descobri que a banda chama-se Ladysmith Black Mabazo e é originária da África do Sul. Seu sucesso mundial se deveu basicamente à essa música chamada “Homeless” que foi composta e executada em conjunto com Paul Simon. A música é cantada parte na língua Zulu e parte em inglês. Veja essa outra versão, agora com a presença de Paul Simon.

Outra curiosidade é que esse estilo de vocal à capela praticado na África do Sul tem suas peculiaridades de coreografia, vestimentas, temas e etc. O estilo se chama Isicathamiya e existe até uma competição dele, veja o vídeo abaixo.

Infelizmente o líder da banda, Joseph Shabalala, faleceu em fevereiro desse ano (2020).

Lembrar dessa música e do seriado “Raízes” trás imediatamente à lembrança a música tema da novela “Escrava Isaura” composta por Dorival Caymmi denominada “Retirantes (Vida de Negro)”. Quem não lembra do “Lerê, Lerê”?

Gostaram da postagem? Comentem. Vai que eu me animo de escavar o baú de preciosidades musicais e trazer mais algumas como essas.

Postagem de aniversário?

Parque das Dunas Natal

O que? Postagem de aniversário? Ah… você tá falando do meu aniversário, né?

Continue lendo “Postagem de aniversário?”

FICI 2019

FICI 2019

Já virou uma tradição levarmos nossos filhos ao Festival Internacional de Cinema Infantil. Uma oportunidade única de assistir a filmes fantásticos. A edição desse ano do FICI começou hoje (18/10/2019) e vai até 27/10/2019 em Natal-RN. Começamos nossa jornada pelo cinema infantil assistindo a Binti, filme que aborda o drama vivido pelos refugiados em uma linguagem leve e acessível às crianças. Essa sessão que fomos era especial, diversas turmas de alunos estavam presentes. Ao final do filme eram entrevistados e relatavam suas impressões acerca dele. Foi um momento realmente emocionante quando vimos como as crianças tinham entendido a essência da delicada temática abordada . Fiquei realmente tocado com a sensibilidade e empatia que as crianças esbanjavam a ponto de me motivar a escrever essa postagem só pra incentivar a todos amigos e familiares a participarem do evento.

A programação completa pode ser acessada no site https://www.fici.com.br/.

Açúcar é o problema para o diabético?

foto de xícara de café com leite

Açúcar é apenas UM dos problemas.

Continue lendo “Açúcar é o problema para o diabético?”

Eita piula 41!

Cometa Halley

Leonardo com cara de espantadoEita piula! O ano passou voando. Fiz 40, dei uma respirada e já estou com 41! Eu estou aqui me forçando a escrever alguma coisa para comemorar meu aniversário, já que escrevi pouco esse ano.  Vai que essa de postagem de aniversário vira uma tradição, não é? Tenho o plano de escrever algum texto sobre o cometa Halley em 28 de Julho de 2061. Sendo assim, vou escrevendo ao menos uma postagem por ano até os meu 85 anos. 😉

Eu já rascunhei ao menos uns 0b1010 textos diferentes para essa postagem, o que não é muito, mas não estava gostando do que eu estava vendo. Ai pensei “poxa vida, é meu aniversário e eu aqui me estressando no computador!”. Eu vou é relaxar! Peço desculpas a quem pensou que ia chegar aqui e encontrar um texto inspirador, a receita para um vida feliz ou a resposta para a vida, o universo e tudo mais (essa resposta eu vou deixar para o meu próximo aniversário, fiquem atentos).

Leonardo tranquiloEntão como se diz por ai, vou ficar “de boa” no meu aniversário. Não tenho textão esse ano, mas tenho um abraço pra te dar. Se você se encontrar comigo, é só pedir que ele já está reservado.

 

Aniversário anterior:  40 de rombo!

400x faster Matrix multiplication for Ruby

A friend called Allan de Medeiros Martins has made me loose some time playing with Restricted Boltzmann Machines just for fun!
Matrix multiplication is a critical operation in respect to the performance of the algorithm we’ve been discussing. Ruby has a Matrix class at the standard library and its Matrix#*  method does the job!
But, the whole thing was really slow compared to the matlab version of the code. Continue lendo “400x faster Matrix multiplication for Ruby”

Pronto, Codeship and GitHub for automatic code review

Wouldn’t it be nice if  pronto posted its output as comments directly at relevant commits on GitHub, like this?Pronto is an automatic code review ruby gem. Behind the scenes, it runs some other code review tools like: rubocop, reek and flay. It can be run against a set of recent commits, so you can focus on the most recent aggressions to code quality. Particularly useful to check pull requests’ health. Pronto outputs through its formatters. There’s 3 specific formatters that are capable of communicating with GitHub: github, github_status and github_pr. Although the examples below are from a Rails application, one can easily adapt them to a plain ruby script or another ruby framework.

Continue lendo “Pronto, Codeship and GitHub for automatic code review”

40 de rombo!

“E estendendo a vista até muito longe, até aos limites do Campo de Concentração, onde os fogos luziam mais espalhados, o vaqueiro sacudiu na boca uma mancheia de farinha que lhe oferecia a mulher e, procurando quebrar entre os dedos um canto de rapadura, murmurou de certo modo consolado:

– Posso muito bem morrer aqui; mas pelo menos não morro sozinho…”

(Trecho de “O quinze” de Rachel de Queiroz – 1930)

Nasci em 1° de dezembro de 1976, hoje fiz 40 anos. Caramba! Não podia deixar de parar e fazer uma reflexão sobre minha trajetória até aqui.

Continue lendo “40 de rombo!”

1000 visualizações

Um pequeno passo para um blog, um grande passo para…. bem… era só para não deixar passar em branco essa conquista.  Rumo às 5000!