De Basic a Ruby – 1

Se você foi adolescente no Brasil por volta dos anos 80 a 90 deve ter escutado diversas vezes: “Faça um curso de inglês e computação pois será o futuro”.
Sim, trabalhar com computadores, para a imensa maioria, era apenas uma previsão. Os computadores disponíveis até então eram bem rudimentares se comparados até mesmo a um celular comum da atualidade. Nesses cursos de computação era prevalente o ensino da linguagem de programação chamada BASIC, bem como de COBOL. Isso mesmo, para que você pudesse dizer que sabia “computação” você tinha que saber programar. Não bastava saber operar algum editor de texto ou uma planilha como na época dos “Cursos de Word e Excel”. A maioria aprendeu um pouco da lógica de programação porém acabou por deixar isso de lado a medida que outras prioridades foram surgindo com o “segundo grau”, universidade, trabalho, filhos e etc. Agora estão no mundo onde os computadores, dispositivos e a internet predominam. Estavam lá no começo de tudo mas basicamente não conseguiram acompanhar como chegamos até aqui. Se você se identificou no texto acima, essa série de posts é direcionada a você. Eu tentarei te levar através do túnel do tempo àquela época mágica onde digitávamos comandos sequenciais cujo resultado era nos divertirmos vendo um quadrado se movendo na tela, o computador emitir algum tipo de som diferente ou interagir com um simples jogo de perguntas e respostas em uma interface sem gráficos (apenas texto). Depois tentarei te ajudar a relacionar o que você sabia com o que existe hoje em dia. O meu objetivo maior é recuperar em você a alegria de programar.

3 respostas para “De Basic a Ruby – 1”

  1. Mano muito massa! Senti-me na Data Center. Na verdade apredi bem o Basic, porém o Cobol não aprendi nada, pois o curso era teórico. Depois vieram os programas compilados, aí o negócio deu tilt. Você lembra q o vírus mais famoso da época era o Madona? Uma vez apareceu uma reportagem no JN falando do perigo desse vírus. Depois que o cara passava meia hora baixando a foto de Madona (com cara de Bobo), o computador estava infectado.

    1. Fala Mano, me lembro desse zum-zum-zum sobre um vírus que tinha uma foto da Madonna, mas acho que nunca peguei. Os que eu me lembro bem pegando foi o “ping-pong”, “pakistani brain” e o “Freddy Krueger”.

Deixe uma resposta